SHOPPING HISTÓRICO AMERICANO SE MODERNIZA PARA ATENDER À COMUNIDADE, MAS PRESERVANDO SUA IMPORTÂNCIA HISTÓRICA

Um exemplo a ser seguido: Shopping se moderniza, mas preserva sua história

Como a cada dia mais pessoas recorrem à internet para comprar o que precisam, shopping centers nos Estados Unidos estão fechando suas portas. Mas, um shopping histórico na cidade de Providence, em Rhode Island nos Estados Unidos, encontrou uma forma criativa de se modernizar preservando sua importância histórica: o Westminster Arcade transformou seu espaço de lojas em micro lofts, oferecendo às pessoas a oportunidade de realmente viver dentro de um pedaço da história.

O Westminster Arcade foi inaugurado em 1892, trazendo para os Estados Unidos o conceito inglês de shopping center. Mas nos últimos anos, como tantos outros locais de varejo em todo o país, o shopping passou por tempos difíceis. Mesmo depois de uma reforma, o espaço acabou finalmente fechando suas portas em 2008 devido a razões econômicas.

Tendo sido tombado pelo governo americano e declarado Patrimônio Histórico Nacional, o shopping não poderia ser demolido, mas precisava ter uma utilidade para a população e ser economicamente viável. Diante disso, os proprietários decidiram dar ao shopping uma segunda vida.

O primeiro andar ainda está sendo alugado como espaço comercial, mas os dois andares superiores foram transformados em micro apartamentos. As 48 unidades, que variam em tamanhos de 20 a 30 metros quadrados, foram projetadas para acomodar a crescente massa de pessoas procurando as áreas urbanas de Rhode Island.

A reforma custou 7 milhões de dólares e o projeto, ganhador de vários prêmios, preservou a arquitetura histórica do prédio, com apenas algumas modernizações como janelas maiores para maior entrada de luz.

Até agora, os moradores são na maioria jovens profissionais que não se importam em viver em lugares tão pequenos. O aluguel começa em US$ 550 por mês e já existe uma lista de espera de muita gente ansiosa para se mudar para os espaços tão “aconchegantes”.

Um excelente exemplo a ser seguido por empresários e governos, principalmente os nossos. Modernizar-se, ter retorno econômico, mas contribuindo para a preservação do patrimônio histórico e cultural de uma cidade e sendo de utilidade para a comunidade. Muito bacana!

Fotos via Northeast Collaborative Architects 

Deixe seu comentário.