Palavras… Ines de la Fressange

Às vezes é preciso pouco para se conseguir um verdadeiro estilo. Em inglês, chama-se isso de “effortless style”. Pré-requisito? Ter autoconfiança… e sorrir (tudo sempre fica melhor quando sorrimos)! Evidentemente, algumas dicas ajudam a ter estilo sem esforço… ou quase. Eis aqui 16 das minhas:

  1. Jogar um sueterzinho de lã sobre o vestido de baile. Não há nada mais kitsch que estolas – please, sobretudo nada de estolas, nem as estrelas de Hollywood as usam mais nos tapetes vermelhos. Ou mesmo os bolerinhos. Um vestido de paetê e um suéter de cashmere, isso é Paris!
  2. Ir à H&M, mas comprar na seção masculina.
  3. Misturar alta-costura e street culture: calça preta de alfaiataria impecável com camiseta de algodão fino (as mais jovens podem tentar o estampado). Para um visual chique e descontraído, é aposta certa!
  4. Usar parka sobre um vestidinho de musselina.
  5. Sobrepor duas echarpes. Funciona também com duas camisetas ou mesmo dois cintos. Peças mais básicas usadas assim ganham importância.
  6. Um maxiacessório sobre uma silhueta simplíssima. A parisiense sempre admirou Jackie Kennedy em seu período Onassis: calça branca, camiseta preta, sandálias… e enormes óculos escuros. É chique, é eficaz… dá para copiar imediatamente!
  7. Casar seu jeans surrado com blusa de seda, assim como calça de alfaiataria e camiseta, a mistura dá imediatamente consistência ao visual. Todo o restante deve permanecer ultrassóbrio. É preciso passar a ideia de que o elemento de luxo – a blusa de seda – foi incluído por acaso. Ter feito esforço visivelmente não é nada legal: todo mundo sabe que a parisiense compra um caminhão de revistas para ficar na moda, mas não quer que isso esteja na cara! (Ela até seria capaz de ir comprar este guia dizendo que é para dar de presente.)
  8. Se estiver cansada das suas roupas, tingi-las de azul-marinho lhes dará vida nova (salvo se já forem azul-marinho, óbvio!).
  9. Mandar trazer da Índia batas de todas as cores. Vista-as por baixo de um cardigã com um colar de pérolas, num verdadeiro “étnico- -chique”.
  10. Usar paletós de montaria de veludo preto extremamente justos. O mesmo vale para paletós “de trabalho”.
  11. Garimpar foulards masculinos vintage e usá-los com tudo.
  12. Tudo que vem de uma loja de departamentos usado com joias antigas funciona.
  13. Não hesitar em usar a camisa de seu filho de 12 anos com um sutiã push-up e aparente.
  14. Cintar tudo com um cinturão masculino grande usado muito longo e com o excesso preso em um nó.
  15. Usar meias (três quartos) de cashmere de todas as cores (cáqui, framboesa, turquesa).
  16. Arregaçar negligentemente as mangas da camisa de algodão sobre o suéter: é chique, fácil e informal.

Ines de la Fressange no livro A Parisiense.

Ilustração: Garance Doré





Tags from the story

Deixe seu comentário.