Karl Lagerfeld e suas muitas facetas

Sou fã de Karl Lagerfeld faz tempo, e nem sei se porque é alemão, ou por causa de sua capacidade de imprimir sua marca nos mais diferentes empreendimentos criativos como moda, fotografia, design de produtos, arquitetura, decoração, ou simplesmente porque adoro seus absolutamente nada politicamente corretos comentários, tipo “não tô nem aí pro que pensam de mim”.

Alguns exemplos:

  • “Não posso sair sem óculos escuros porque alguém pode jogar ácido no meu rosto”.
  • “Evito pensar. Quero ter uma vida fácil, sem problemas”.
  • “Sou uma caricatura de mim mesmo, e gosto disso. É como uma máscara. E para mim o Carnaval de Veneza dura o ano todo”.
  • “Se eu fosse uma mulher na Rússia, seria lésbica. Os homens são muito feios”.

  • “Ninguém quer que a Grécia desapareça, mas eles têm hábitos realmente nojentos, assim como na Itália”.
  • “Eu sou basicamente a pessoa mais superficial do mundo”.
  • “Aquilo não era uma coleção, eram as escolhas de um tipo de mulher pra um tipo de cerimônia: as proporções ruins, os chapéus horrorosos, as saias curtas em pernas gordas” – sobre o casamento de William e Kate.

  • “Eu amo Dominique Strauss-Kahn (o ex-dirigente do FMI, afastado após um escândalo de agressão sexual). Ele é muito charmoso e engraçado. É um cara doce – contanto que você não seja uma mulher”.

Mas outro dia me deparei por acaso com fotos antigas de Lagerfeld, que mostravam um lado dele que eu desconhecia, o seu lado modelo-bodybilder-lindo-sexy. Quem o vê hoje realmente não dá pra acreditar. Mas uma coisa temos que admitir: sempre foi estiloso.

Estilista consagrado, Lagerfeld está à frente da direção criativa da Chanel há 28 anos, renovou a Fendi, já trabalhou com a Balmain, foi o primeiro dos grandes nomes da moda a assinar uma coleção pra uma rede de fast fashion, a H&M, em 2004, lançou perfumes, acessórios, desenhou garrafas de Coca-Cola, apoiou designers em ascensão e tornou-se mecenas e guru de jovens aprendizes, tanto na moda, quanto na música. Ilustrador talentoso, contribui para jornais e revistas, é também fotógrafo e escritor, além de um grande colecionador de livros, com uma biblioteca de mais de 230 mil títulos. É proprietário de uma editora, através da qual já lançou um número limitado de lindos livros que representam o que ele acha que vale a pena ser mostrado ao mundo. E, nas horas vagas (dá pra acreditar?) se diverte reformando casas e apartamentos.

Detalhe, aparentemente nada importante pra ele: nascido em 1933, no próximo dia 10 de setembro de 2012 Karl Lagerfeld fará 79 anos! É ou não é pra ser fã de um cara como esse?

Tags from the story

2 Comments

Deixe seu comentário.