coworking em xangai

Estúdio cria ESCRITÓRIO de coworking em uma antiga fábrica de ópio

Já foi um prédio abandonado e, antes disso, uma fábrica de produção de ópio. Hoje, o edifício histórico de tijolinhos aparentes com acréscimos no estilo industrial feitos ao longo do tempo no centro de Xangai, na China, foi transformado pelo talentoso estúdio local Linehouse para se tornar o WeWork Weihai, um escritório de coworking da empresa WeWork.

Com a proposta de unir o antigo e o novo, fazendo referência à história como antiga fábrica de ópio, o estúdio Linehouse trouxe vida e cor e brincou com essa referência por todo o design do projeto, para criar um grande espaço semelhante a um hotel.

O balcão da recepção é revestido com painéis de madeira histórica, rodeado por uma base de concreto. Uma estrutura de metal de bronze sustenta a iluminação e cria linhas interessantes. Atrás da recepção, os clientes do escritório são recebidos com um sinal de néon ‘Ring For Service’, instalado em um antigo gaveteiro de metal, pintado em azul claro.

A combinação de cores é um grande atrativo do projeto. A estrutura de aço já existente foi pintada em um tom de verde e na escadaria, que que liga os três andares do prédio, foi criado um incrível jogo de cores com um revestimento feito em peças triangulares de madeira de carvalho, com um lado em tom natural e o outro pintado em tons de azul. As cores se alternam enquanto se sobe as escadas, criando um gradiente de tons e mudando a aparência entre o tom de madeira e o de azul.

O átrio central é cercado pela construção histórica. Uma estrutura curva de bronze, como uma varanda, foi inserida para definir o espaço, faixas pintadas em tons de azul, verde, rosa e cinza, envolvem o chão e a parede, criando uma unidade.

A iluminação, feita sob medida, é toda suspensa no espaço de altura tripla. O cabeamento cor-de-rosa e cinza atravessa o vazio através de anéis de bronze de onde pendem luminárias de vidro.

Atravessando o espaço do átrio central para chegar ao bar no interior do prédio, o visitante se sente como se tivesse sido transportado para um antigo salão oriental. Um papel de parede em dégradé reveste a parede, com damas de Xangai pintadas à mão, vestidas com roupas típicas e adornos jovens e urbanos, uma brincadeira misturando os anos 1920 e o presente. Um néon verde e rosa em forma de ventilador completa a área.

Os papéis de parede personalizados continuam a realçar esse tom de brincadeira na decoração do escritório de coworking, com padrões geométricos e entrelaçados em tons pastel, eles são pintados à mão em ouro e verde.

As paredes do banheiro são revestidas com azulejos personalizados em linhas e formas intercalando rosa e azul. O teto é pintado em rosa e uma caixa de laca azul menta abriga os cubículos, as luminárias e espelhos em bronze ajudam a criar uma atmosfera de saleta de banho retrô.

Projeto: Linehouse | Fotos: Jonathan Leijonhufvud e Dirk Weiblen

Tags from the story
, ,

Deixe seu comentário.