Mix clássico e moderno num apê em Nova York

A decoração num mix de clássico e moderno do lindo apartamento de um único quarto no Upper East Side em Nova York da jovem decoradora Lauren McGrath é uma homenagem a ícones da arquitetura e do design de interiores, ao mesmo tempo em que é um cantinho delicioso e aconchegante, que ela divide com o marido.

Localizado num prédio tombado em estilo georgiano com pé direito alto, lareiras e corrimãos de ferro forjado, a antiga residência uni familiar de seis andares foi projetada em 1890 pelos arquitetos Clinton e Russel, responsáveis por dezenas de prédios notáveis em Manhattan, e originalmente decorada por Ogden Codman Jr. e Edith Wharton, famosos pelo livro The Decoration of Houses, publicado em 1897, que se tornou a bíblia dos amantes e profissionais do design de interiores.

Toda a história do prédio inspirou Lauren a criar uma decoração que fizesse jus e honrasse o trabalho dos antigos criadores. E um dos princípios fundamentais no design de interiores de Codman e Wharton, que ela tentou reviver, foi a valorização do conforto, do tradicional e da individualidade. Codman e Wharton acreditavam que investir em mobiliário, sofás e poltronas bem feitos e confortáveis valorizavam muito mais um ambiente que acessórios caros, chamativos e que rapidamente saem de moda.

Estofados forrados com tecidos tradicionais são mais aconchegantes e eu quis criar na minha sala um ambiente do qual você não tenha vontade de sair.

 

O ponto de partida para a decoração da sala veio de uma paixão antiga de Lauren pela estampa floral “Jardin de Plantes” da marca Quadrille. Depois de decidir forrar uma confortável poltrona com o tão desejado tecido, Lauren se perguntou:

O que combina com florais?
Claro, listras, ikat e uma pitada de leopardo!

Resposta nada óbvia e é nela que está todo o charme do ambiente. Combinar estampas e estilos deixa a decoração muito mais interessante, mas nem sempre a escolha é fácil. Pra não errar a dica é combinar cores, não estampas. E ficar sempre com os mesmos tons de cor e intensidade, nunca misturando cores primárias com tons pastel.

 

Para completar a decoração, Lauren misturou peças antigas de mobiliário, como uma escrivaninha do século 18 comprada em uma viagem à França, com obras de arte contemporânea, como fotografias e aquarelas. O resultado é uma mistura bem bacana e harmoniosa de peças clássicas com modernas, que deixaram o apartamento com um ar jovial e alegre, condizente com a idade nos novos moradores, mas sem desmerecer e ainda valorizando a linda arquitetura de 1890.

 

Fonte: My Domaine

Tags from the story
,

Deixe seu comentário.